terça-feira, 3 de março de 2015

LEONARD NIMOY - STAR TREK / VIDA LONGA E PRÓSPERA SR. SPOCK!




 
 É verdade....o Sr. Spock partiu....partiu para uma viagem cujo diário de bordo, e data estelar não ficou registrada no painel de controle da Enterprise.....Leonard Nimoy, famoso por interpretar o Sr. Spock na série e na franquia cinematográfica de Jornada nas Estrelas, faleceu na sexta-feira passada, dia 27 de fevereiro, aos 83 anos de idade, segundo divulgado pelo jornal The New York Times. A informação foi passada ao jornal pela esposa de Nimoy, Susan Bay. Segundo ela, o ator faleceu em sua casa. Ele tinha sido internado às pressas recentemente após sentir fortes dores no peito. Quando uma ambulância foi chamada, os paramédicos decidiram não se arriscar e o levaram ao hospital para exames. Segundo a imprensa americana, nos últimos anos o ator vinha sendo internado com problemas de saúde com bastante frequência.O ator, diretor, escritor e fotógrafo sofria de uma doença pulmonar crônica. Nimoy disse acreditar que a doença foi causada pelo fumo, o qual abandonara há cerca de 30 anos. Nimoy se afastou da carreira artística em 2010, o que não o impediu de fazer participações ocasionais em séries, filmes ou eventos. 



Leonard Simon Nimoy nasceu no dia 26 de março de 1931, em Boston, Massachussetts. Ele chegou na TV em 1953, fazendo participações em teleteatro e episódios de inúmeras séries de televisão. Patrulha Rodoviária, Cimarron, Dragnet, Colt 45, Aventura Submarina, O Rebelde, Bonanza, Além da Imaginação, Cem Homens Marcados, Os Intocáveis, A Caravana, Perry Mason, Dr. Kildare, Quinta Dimensão, O Agente da UNCLE, Histórias do Velho Oeste, O Homem de Virgínia, Combate, Daniel Boone, Agente 86, Gunsmoke, Galeria do Terror, Teatro de Contos de Fada, Columbo, Carro Comando, e a minissérie Marco Polo, entre tantas outras. Mais recentemente, sua voz foi ouvida em um episódio da sitcom da Warner, The Big Bang Theory. No papel de Sr. Spock, sequer um dia imaginou, que o tornaria tão famoso. Após fazer uma participação em um episódio da série O Tenente, de Gene Roddenberry, Nimoy foi convidado por ele para interpretar um personagem meio homem, meio alienígena, em uma série que o mesmo estava desenvolvendo para a rede NBC: Jornada nas Estrelas. Um piloto foi produzido em 1965, pelos estúdios Desilu, do casal Desi Arnaz e Lucille Ball, da série I Love Lucy. Porém, após a apresentação aos executivos do canal, eles o rejeitaram de imediato, alegando ser "inteligente" demais para o público telespectador da época. 





Um outro piloto foi produzido e um novo elenco foi contratado. Apenas Nimoy se manteve. A série foi então aprovada, fazendo sua estréia em 1966. Após duas temporadas, e aos poucos a audiência descendo devido a outras séries concorrentes e de peso estarem em exibição e disputando ponto a ponto com o público em casa, a série sofreu até ameaça de cancelamento, sendo salva pelos fãs que, liderados por Roddenberry, fizeram uma campanha para evitar o fim da produção. Uma terceira temporada foi encomendada, mas cortes no orçamento afetaram a qualidade do programa. Não havendo mais chances de se levar ao ar, outra temporada, para tristeza dos fãs,  veio o seu cancelamento em 1969, com 79 episódios produzidos. Como ocorre com as séries que encerraram sua produção, ela entrou no circuito de reprises, sendo apresentada por canais regionais. Foi lá que teve inicio, e surgiu então, a adoração pela série, que virou cult ao redor do mundo! Nimoy voltou ao personagem ao emprestar sua voz a Spock na série animada de Jornada nas Estrelas produzida produzida em 1973, com 22 episódios com roteiros fantásticos dos estúdios da Filmation. 

Ele retornaria à pele de Spock com os longas do Cinema, que teve seu primeiro filme lançado em 1979, de um total de seis filmes produzidos com a tripulação da série clássica, sendo que dois deles foram dirigidos por Nimoy. Em 2009, uma nova versão para o Cinema da série clássica começou a ser produzida. Estrelado por outros atores, o filme mostra uma versão  jovem da tripulação da nave Enterprise. Nimoy foi o único que retornou ao seu personagem. Interpretando o Spock de um universo paralelo, ele encontra sua versão jovem na pele de Zachary Quinto. A última aparição de Nimoy, foi no segundo filme, lançado em 2013. Apesar da fama que Spock lhe deu, Nimoy temia ficar marcado com o personagem, assim como vários exemplos de outros atores e atrizes em personagens fixos de séries de televisão, o que o levou a tentar se afastar do Sr. Spock na década de 1970. 


Foi com este objetivo que publicou sua primeira autobiografia, "I Am Not Spock", em 1975, no qual travava diálogos com Spock, na tentativa de lidar com sua crise de identidade, com o vulcano representando a razão e o ator a emoção. Mais tarde, já tendo feito as pazes com o personagem, ele publicou sua segunda autobiografia, "I Am Spock", em 1995, na qual revelava que, como duas almas gêmeas, eles finalmente tinham se unido. Em 1969, logo após o cancelamento de Jornada nas Estrelas, Nimoy entrou para o elenco de Missão: Impossível, substituindo Martin Landau como "o homem das mil faces". Na história, ele é Paris, um ex-ilusionista e especialista em disfarces selecionado por Jim Phelps (Peter Graves, já falecido) para atuar em casos especiais para o governo. O ator ficou no elenco até 1971, ano em que Bruce Geller, o criador da série, foi demitido da função de produtor. Assim, Nimoy decidiu deixar a série para seguir com sua carreira. Além de ator e diretor, Nimoy fez vários trabalhos de dublagem em produções animadas. Ele também era um conhecido fotógrafo, especializado em imagens em preto e branco. Como fotógrafo e poeta, publicou alguns livros, com imagens acompanhadas de poesias escritas por ele. Em 1954, ele se casou com a atriz Sandi Zober, com quem teve dois filhos, Adam e Julie Nimoy. O casal se divorciou em 1987. 





Em 1989, ele se casou com a atriz Susan Bay, com quem ainda vivia. Nimoy teve seis netos e um bisneto. Um de seus melhores amigos era o ator William Shatner, que interpretou o Capitão Kirk em Jornada nas Estrelas. Além das produções do universo trekker, os dois trabalharam juntos em um episódio de O Agente da UNCLE e em Carro Comando, série estrelada por Shatner. Em seu perfil do Twitter, Shatner disse que amava Nimoy como a um irmão e que todos sentirão falta de seu humor, de seu talento e de sua capacidade para amar. 


Em seu Facebook, Takei disse: "hoje o mundo perdeu um grande homem e eu perdi um grande amigo. Nós o devolvemos agora para as estrelas Leonard. Você nos ensinou a ter uma vida longa e próspera. Algo que você com certeza teve amigo. Eu sentirei sua falta em muitas, muitas formas". Em sua última mensagem postada no Twitter, Nimoy disse que "a vida é como um jardim. Momentos perfeitos podem ser cultivados, mas não preservados, a não ser na memória".




(FOTO PUBLICITÁRIA EM UMA PARTICIPAÇÃO NUM EPISÓDIO DE "THE BIG BANG THEORY", DO WARNER CHANNEL).


                   F                    I                        M