quarta-feira, 21 de outubro de 2015

GIBIS ANTIGOS (CLASSIC COMICS) - DR. MACARRA (QUADRINHO NACIONAL) Nº 01 - 1962 EDITORA O CRUZEIRO


DR. MACARRA Nº 01 - 1962 EDITORA O CRUZEIRO / Um dos mais importantes cartunistas que o país já teve, filho de Estêvão Pires de Souza e Maria Salomé de Souza, descendentes de portugueses que se instalaram na Paraíba e em Pernambuco, Carlos Estevão era um desenhista de "mão cheia"! Sabia roteirizar ou desenhar charges ótimas! Teve a maior parte de sua obra publicada na Revista O Cruzeiro, do fim da década de 40 até sua morte. A revista foi uma das mais importantes publicações brasileiras, e durou quase 50 anos. A primeira edição foi em 1928 e a última em 1975. 




Ele foi feliz numa época que dividir a  fama na revista, ao lado de vários expoentes, como Millôr Fernandes e Péricles, criador de O Amigo da Onça, de quem foi o continuador das charges, já era motivo de muita satisfação. E um detalhe interessante, é de que ele nunca teve aulas de desenho ou pintura. Na Secretaria de Agricultura, Indústria e Comércio, fez seus primeiros trabalhos como desenhista da seção de arquitetura. Ao servir ao Exército, interrompeu o trabalho. Ao dar baixa, ingressou nos Diários Associados, em 1948, onde, com textos de Vão Gôgo (Millôr Fernandes - pseudônimo), desenha a tira do contador de histórias Ignorabus. 



Em seguida, passa para a revista O Cruzeiro, onde fez caricaturas, ilustrações, página de charges com seu nome e séries. "As aparências enganam", "Perguntas inocentes", "As duas faces do homem", "Palavras que consolam", "Acredite querendo", eram criações de primeira. Mas foi através da Editora O Cruzeiro, que ele chegou a realizar uma paixão, editar a revista DR. MACARRA", que infelizmente resistiu apenas 9 exemplares raros de se conseguir hoje em dia, ou que na mão de colecionadores, pode valer algum dinheiro.Carlos Estevão, faleceu em 1972, deixando este e outros personagens, no esquecimento. Esse trabalho de Estevão não se restringia somente ao Dr Macarra, pois esse quadrinho trazia um apanhado de todos os personagens que criou para a revista O Cruzeiro. 



Abordando essa "figuraça", o Dr. Macarra não era alguém de quem se pudesse ter raiva ou querer prender, ele era um pobre coitado já tão castigado pela vida que, e que faz lembrar muito bem do nosso povo, o leitor só restava rir da sua desgraça e das tentativas de se passar por um homem de respeito. Dr. Macarra surgiu em abril de 1962, e permaneceu até dezembro, e o detalhe é que ele aparece somente na edição nº 1, exatamente a capa que se apresenta nesta postagem do blog Tv a Lenha. Ele foi astro de Cinema, ator de novela, membro da Academia Brasileira de Letras, amigo íntimo do Papa, herói da Força Aérea Brasileira, já esteve na Selva Africana, é um grande político, já viajou o mundo, enfim....tudo em sua imaginação e nas histórias que ele preparava e contava para as jovens moças indefesas que ele avançava. 


Mas, a realidade, sempre era mostrada no quadro seguinte, que era bem diferente. Não querendo fazer nenhuma comparação, pois são personagens distintos, mas se encaixarmos "humanidade" nele, aí sim, ele tem mais riqueza de detalhes a serem explorados, que "O Amigo da Onça". Uma coisa é certa meu amigo leitor, minha amiga leitora....talvez toda essa riqueza de detalhes, o tenha lhe dado essa vida curta nos quadrinhos, sua morte precoce. Me diga então, e mesmo sem conhecer os quadrinhos, mas tendo esse perfil dele traçado logo acima, você não tem a impressão de que conhece vários Dr. Macarra? E você, já não deu uma de Dr. Macarra? 


Nas redes sociais, dê uma olhada nos amigos, conhecidos e até mesmo quem você não conhece, mas percebe "algo de estranho no ar", e note quantas pessoas no Twitter, Instagram, Facebook, etc e tal, são bem sucedidas, muito inteligentes, tem amigos celebridades, são ricas, promotoras de eventos, ou frequentadoras das melhores baladas e festas do país, estão onde ninguém está, pessoas que tem tudo que o dinheiro pode comprar. Vem cá, e você realmente acredita mesmo, que todas as pessoas que conhece vivem do jeito que demonstram? Você pode até conhecer um ou dois amigos da onça, mas Dr. Macarra, garanto, você conhece um monte! Só para registrar aqui também, outro personagem bem interessante e satírico, era quando se dava inicio à leitura, de "As Novas Aventuras de Sharleck Halmes" (apresentadas por Sir Charles Stevens), além de séries e charges com os temas de costume. Tudo roteirizado, desenhado e finalizado por Estevão. 



F  I  M