domingo, 20 de setembro de 2015

GIBIS ANTIGOS (CLASSIC COMICS) - ALAKAZAM Nº 01 - 1977 EDITORA VECCHI (IZNOGUD, CRO MAGNON, ROBINHUDE, AQUILES - ACHILE TALON, OS INCORRIGÍVEIS, MAX)


ALAKAZAM Nº 01 - 1977 EDITORA VECCHI / Uma coleção bimestral, em formatinho, que infelizmente não teve vida longa, e tinha tudo prá dar certo, mas acabou ficando em apenas 3 edições! Trata-se de um gibi trazendo coletâneas de desenhistas franco-belgas, com destaque e a estréia no Brasil de Iznogoud, o grão-vizir, de Tabary e Goscinny, que mais tarde chegou a ser lançado em formato de álbum, em 8 edições, pela mesma Editora Vecchi. Não chegou em momento algum, a ser um fato inédito para a Editora Vecchi, pois ela já tinha tradição no segmento europeu de HQs no Brasil, incluindo “Os Strunfs” (que depois se tornaram Os Smurfs), “Spirou” (As Aventuras do Xará) e “Michel Vaillant”. Talvez o fato de trazer de volta, clássicos das tiras de jornais, e personagens que não tinham desenhos animados da Tv, e portanto, também não eram conhecidos do público infanto-juvenil, fez com que a baixa venda, levasse a editora, a cancelar a publicação. 







O que se encontrava nas bancas de jornais na época, em sua maioria, eram os super-heróis da Ebal, da Bloch e as publicações Disney da Abril. Personagens como o militar japonês “Taka Takata”, “Robinhude, O Guerreiro da Floresta”, “o Grão-Vizir Iznogud”, “o atrapalhado Aquiles (Achile Talon)”, “o cachorro Cubitus”, “Os Incorrigíveis Búgui e Úgui”, “Cro-Magnon, um habitante Idade da Pedra”, e “Max, O Explorador”, só eram conhecidos por um público mais segmentado, que lia jornal com frequência, e aproveitava se divertir com as tirinhas de jornais nos suplementos especiais. Embora não tenha havido tempo hábil para a popularidade deles, embora alguns, tivessem já aparecido em outra publicação da Vecchi, "A PATOTA", Alakazam serviu para ajudar a difundir um pouco da produção europeia de HQs do Velho Continente. 






F  I  M