sábado, 9 de dezembro de 2017

GIBIS ANTIGOS / JORNAIS ANTIGOS / SUPLEMENTOS INFANTIS / TIRAS DE JORNAIS (CLASSIC COMICS / OLD NEWSPAPERS / PERIODICO / SUPLEMENTO / COMIC STRIP) - SUPER PLÁ Nº 01 - 1971 EDITORA SUPER PLÁ LTDA


SUPER PLÁ Nº 01 - 1971 EDITORA SUPER PLÁ LTDA / Uma publicação semanal de todas às quintas-feiras, de 24 páginas coloridas e em preto e branco, que inexplicavelmente teve somente 7 exemplares publicados em 1971. No formato tablóide, como Globo Juvenil, Suplemento Juvenil, Gazeta Juvenil, Gibi Semanal entre outros, SUPER PLÁ trazia para o público leitor, grandes clássicos dos quadrinhos mundiais, e tiras de jornais, e também, alguns personagens brasileiros. O criador deste suplemento, Hélio Fittipaldi, fundou duas editoras, a Saber Ltda. que, apesar do nome, não era a mesma Saber S/A de seu pai, Savério Fittipaldi, e a Editora Super Plá. cuaj idéia principal, era ter como carro-chefe, o tablóide de mesmo nome. A propósito, Super Plá veio da famosa novela da Rede Tupi de Televisão, exibida entre 1969 e 1970, cujo título é o nome de um refrigerante. A publicação essencialmente eram de personagens da King Features e da Disney. Os suplementos semanais fizeram sucesso no Brasil por várias décadas e devem ser considerados parte fundamental da história dos quadrinhos publicados em nosso país.No primeiro número, que tinha o Tio Patinhas em destaque na capa, estava a sessão Cantinho do Leitor. Começava com uma aventura do Fantasma com roteiro de Lee Falk e arte de Si Barry, na qual o velho Moz, um sábio ancião das selvas, narra a suposta história na qual o Espírito-que-Anda enfrentou uma feiticeira. O Príncipe Valente teve direito a uma página, com arte do inigualável Hal Foster. Brick Bradford enfrenta ameaças no planeta Xeno, com arte e roteiro de Paul Norris. Zorro e Tonto tentam ajudar um mensageiro do exército, com texto de Paul S. Newman e arte de Charles Flanders. Tim Tyler trazia as aventuras de Tim e Tom, em busca de uma árvore rara, com roteiro de Lyman Young e arte de Tom Massey. O ponto predominante de todo suplemento que também seguia as publicações das tiras de jornais, era o fato das histórias serem em formato de seriados, ou seja, "continua no próximo número". A primeira edição desse título trás vários quadrinhos curtos e completos, todos cômicos, de épocas diversas, de séries como Pinduca (Carl Anderson), Pafúncio (Bill Kanavagh e Frank Fletcher), Blondie (Chic Young), Pena Verde (Gordon Bess), Tijolada (Bob Weber), O Reizinho (Otto Soglow), Mickey Mouse, o Coelho Quincas, O Capitão e os Garotos / Sobrinhos do Capitão (Joe Musial), Zé o Soldado Raso (Mort Walker), O Sabichão (de Bob Montana, o criador de Archie), Doce Lar (Mort Walker e Dik Browne), Popeye (Bud Sagendorf), Banzé, A Nossa Turma (Bud Blake), A Vovozinha (Frank Roberge), Espoleta (Ted Shearer), Pato Donald e Tio Patinhas. Para variar, não havendo uma explicação lógica para isso, ou registros impressos, é de que alguns personagens vinham com outros títulos em seus nomes, mesmo tendo sido publicados no Brasil anteriormente. Assim, Mancada virou Tijolada; Zezé e Cia. passou a se chamar Doce Lar; Touro-Sentado (que também teve o título de Pé-frio) estava como Pena Verde; A Garota Pra Frente também foi conhecida como Pingafogo e Filomena. dois personagens brasileiros fizeram parte da publicação: O Praça Atrapalhado e Dr. Estripa, ambos, criados por Eduardo Carlos Pereira, que assinava como Edú. O Praça era uma variação do Recruta Zero, com um soldado que sempre deixava o Sargento maluco. Já o Dr. Estripa era um médico nada recomendável. E edição nº 2, trouxe Mickey, Coelho Quincas, Brick Bradford, O Praça Atrapalhado, Zorro, Príncipe Valente, O Capitão e os Garotos, Pinduca, O Sabichão 9que nada mais é, do que Archie da turma do Archie, por Bob Montana), Doce Lar / Zezé, Fantasma, Popeye, Zé o soldado Raso, Banzé, A Nossa Turma / Minduim / charlie Brown, Pena Verde, Tijolada, Tim Tyler, Reizinho, Pingafogo, A Vovózinha, Pato Donald, Os sobrinhos de Donald, e Espoleta de Ted shearer. A edição nº 3, trouxe a estréia do Tarzan enfrentando os Homens-Fera, no traço de Russ Manning, além do Brucutu de V.T.Hamlin, com o famoso Homem das Cavernas metido em encrencas com o Rei Guz, mandatário da cidade de Moo. Na edição nº 4, aparecem Terry e os Piratas por George Wunder, A Família Buscapé por Al Capp, Os Náufragos de Howard Post e Snuffy Smith (que também foi conhecido como Zé Fumaça e Capim Gordura) de Fred Lasswell. Na capa da edição nº 5, notícias passam a dividir o espaço com as chamadas dos quadrinhos, um possível sinal de que as vendas não deviam ser o esperado. Na edição nº 6, os destaques foram a chegada do Flash Gordon de Dan Barry e do Mandrake de Lee Falk e Fred Fredericks e com direito de foto de capa, com o comunicador do Brasil, Sílvio Santos, com uma matéria sobre o Ibope. Finalmente na última edição, a de nº 7, estrearia o Capitão Cesar de Leslie Turner. O suplemento Super PLÁ foi um título pouco conhecido, mas que trouxe uma gama rica e variada de clássicos personagens da nona arte. E hoje, me considero um colecionador de sorte, porque tenho a coleção completa e muito bem conservada de SUPER PLÁ!
























F  I  M