sábado, 30 de setembro de 2017

GIBIS ANTIGOS (CLASSIC COMICS) - AGUILA SOLITARIA (ÁGUIA SOLITÁRIA / LONELY EAGLE) Nº 110 - 1979 EDITORA RACANA S.A. / EDITORA CINCO - MEXICO / COLOMBIA


AGUILA SOLITARIA (ÁGUIA SOLITÁRIA / LONELY EAGLE) Nº 110 - 1979 EDITORA RACANA S.A. / EDITORA CINCO - MEXICO / Uma publicação interessante e que eu tenha conhecimento, não chegou a ser publicada por aqui, para espanto meu se for verdade, porque trata-se de um tema fascinante de uma época em que o Faroeste, a Ficção era tema constante de publicações, embora já no final dos anos 70 e toda década de 80, o gênero já tivesse numa fase de tempo para terminar....Uma publicação semanal que foi publicada, e reeditada por toda América do Sul, impressas originalmente pela Editora Mexicana Racana, e a Editora Cinco da Colômbia. Com desenhos de outra publicação de sucesso sul-americana, "Kalimán - El Hombre Increíble", o ilustrador Victor Fox (pseudonimo de Héctor González Dueñas. Águia Solitária, nada mais é do que as aventuras de um pele-vermelha, e único sobrevivente de sua tribo cruelmente massacrada por homens brancos. A história tem inicio quando "Nuvem Branca", pai de Águia Solitária, é assassiando por Rocky Morgan, um inescrupuloso aventureiro que ajudou outros assassinos a chegar à aldeia em busca de ouro, massacrar todos os habitantes e queimar vivo "Nuvem Branca", o grande chefe da tribo. O jovenzinho indígena vendo tudo aquilo, tenta salvá-lo e ataca Rocky Morgan, mas este o atinge violentamente, caindo e ficando inconsciente. Ele acorda assim que os bandidos deixam a região, e fica perplexo e em estado de choque, ao observar as cinzas de seu pai sendo levadas ao vento. Antes de morrer queimado, ele ouviu de sua boca, dizer-lhe de que é melhor morrer com honra do que viver sem ela. Como único sobrevivente de sua tribo, Águia Solitária promete vingança à  Rocky Morgan e se recolhe para as montanhas, onde a fome e o frio serão inicialmente seu perigo imediato. Lá, é capturado por uma águia que o adota como se fosse seu filhote, já que seus filhotes não sobreviveram. Ao longo do tempo, o menino aprende a caçar como as águias, e a viver entre as águias, comendo carne crua para sobreviver e tal como sua mãe adotiva. Num momento em que ele percebe ser diferente de sua família atual, e não ter asas para voar, sua mãe indica a ele, de que de alguma forma ele precisa criar asas para voar, para ser uma ajuda auxiliar para fugir do perigo. Juntando aos poucos, as penas de águias mortas, o menino constrói uma capa alada e começa a testar o vôo, observando que as águias aproveitam as correntes de ar para voar, assim como a maioria dos pássaros. Quando ele finalmente consegue isso, ele é considerado um membro digno dessa comunidade e finalmente ganha o apelido de "Filho das Águias". Águia solitária aprende a respeitar ainda mais a natureza, e em contrapartida passa a odiar os homens brancos. Mas seu ódio é principalmente dirigido a Rocky Morgan, que procura matá-lo, para que os membros mortos de sua tribo possam alcançar o eterno descanso na vida após a morte. O pele-vermelha tem uma companheira alada, chamada Toky, e Pinto, um cavalo fiel ao seu mestre. O legal desse quadrinho, é o idioma pessoal indígena ao nomear algumas coisas, ou associar determinadas coisas, ao que sobrou em sua memória da língua de sua tribo. Águia Solitária embora em várias situações conheça e tenha contato com mulheres lindas, por sua tradição de origem,  é sincero com sua esposa Shiu e ama seu filho Kei.sua busca por vingança de seu povo, faz com que ele mate uma centena de homens brancos do Forte White, onde ele chegou a ser prisioneiro, e devido a isso, ainda tem que fugir para não ser morto por qualquer um, devido a recompensa oferecida de U$ 5.000 pela captura dele, vivo ou morto. Seguindo o lema "Matar ou morrer é a Lei da minha raça", ele acaba se tornando uma lenda viva para aqueles que tentam capturá-lo. Somente com essa sinopse, nota-se porque este personagem temve mais de 700 números publicados!









ALGUMAS CAPAS ESPETACULARES DO QUADRINHO 
ÁGUIA SOLITÁRIA


































F  I  M