quarta-feira, 24 de maio de 2017

SÉRIES ANTIGAS DA TV (CLASSIC TV SHOWS) - IVANHOÉ (IVANHOE) 1957 (ROGER MOORE) / SCREEN GEMS - COLUMBIA PICTURES TELEVISION


IVANHOÉ (IVANHOE) 1957 (ROGER MOORE) / SCREEN GEMS - COLUMBIA PICTURES TELEVISION - Nesta terça-feira (23/05), a televisão e o cinema ficaram órfãos de mais um astro que marcou definitivamente com sua interpretação pessoal, uma galeria de personagens inesquecíveis. Roger Moore aos 89 anos nos deixou com um legado incrível, e certamente aos mais jovens que se lembrarão, encarnou a difícil missão de substituir Sean Connery no papel do agente espião mais famoso do mundo, James Bond, o qual conseguiu com maestria em 7 filmes da série do Cinema. Mas será que a maioria vai se lembrar das séries protagonizadas por ele, e em especial Ivanhoé? Pois é, justamente dela que vou abordar hoje no blo e como forma de homenagear o ator a esse personagem. A série IVANHOÉ trata-se de uma produção inglesa de 1957, filmada em preto e branco, com 39 episódios de 25 minutos de duração, associada também a Screen Gems / Columbia Pictures Television que foi a responsável pela distribuição internacional. O personagem central é um Cavaleiro, que ao retornar das Cruzadas, descobre que seu país, é dominado por um tirano. Ivanhoé declara guerra contra o tirano e promete ao lado de seu fiel escudeiro, Gurth e seu filho Bart, levar justiça ao seu povo. A série teve como inspiração, o personagem criado por Sir Walter Scott em seu romance, “Ivanhoé” transformado em filme de cinema, e interpretado por Robert Taylor. A TV Record exibiu o filme do Cinema pela última vez, em uma tarde de domingo na metade dos anos 90. Se você tiver sorte em sua cidade, vai encontrar em uma locadora próxima de você, o filme lançado em DVD e com uma grata surpresa: a dublagem antiga quando de sua exibição na televisão! Já a série de TV, como protagonista principal, tinha o então desconhecido Roger Moore. 



No início da série, as gravações eram realizadas na Inglaterra, e tiveram uma interrupção brusca devido ao mau tempo que fazia no inverno de 1957. Com esse problema, as filmagens dos episódios foram transferidas para os Estados Unidos, na Califórnia. As cenas com os atores eram misturadas com panorâmicas captadas pela equipe inglesa na Inglaterra. Os dois protagonistas principais, Roger Moore e Robert Brown, faziam as próprias cenas de ação, no qual sofreram vários acidentes durante a produção da série. Roger Moore teve 3 costelas quebradas certa vez, além de levar golpes na cabeça durante as batalhas em duelos com espadas ou lanças quem o fizeram ficar até desacordado por alguns minutos. Como uma forma de baixar os custos de cada episódio, na época era comum os próprios atores encarnarem as cenas de ação. Roger Moore e sua esposa Dorothy, chegaram a compor uma canção para ser o provável tema de abertura da série, a qual chegou a ser gravada na voz de Dorothy.  Os produtores no entanto, já haviam escolhido a música idealizada por Albert Elms. Como na maioria das grandes séries de sucesso, Roger Moore no início das gravações, tinha um entusiasmo evidente na interpretação do personagem, mas ao longo do ano durante as gravações, começou a perder o interesse e chegou a cair em uma depressão muito profunda. Ele acreditava que sua carreira seria encerrada na pele de Ivanhoé. Curiosamente, Roger Moore tentou adquirir os direitos de produção do personagem “O Santo”, que mais adiante, o interpretaria com maestria, mas naquele momento, não obteve sucesso, sendo recusado pelo seu criador, Leslie Charteries. Roger Moore estava decidido a não mais interpretar “Ivanhoé”, tendo recusado a renovação do contrato quando este terminou com a Columbia. Ele não ficou desempregado, pois a Warner ofereceu um contrato assim que soube do assunto. Chegou a estrelar inclusive, uma série nunca exibida no Brasil, “The Alaskans”, e pouco tempo depois, substituiu James Garner na série “Maverick”, produzida pela Warner entre 1957 e 1962, e grande sucesso do gênero Faroeste. A série “Ivanhoé” foi dublada pelos estúdios da AIC São Paulo, Além de fazer no cinema o agente secreto 007 James Bond em 7 filmes, Moore estrelou as séries “O Santo” entre 1962 e 1969, e “The Persuaders” com Tony Curtis entre 1971 e 1972, séries inglesas também. Infelizmente essa é mais uma das inúmeras séries de televisão, cujo áudio com a dublagem brasileira da época, se perdeu. Entre colecionadores, ainda é possível encontrar cópias de três episódios de 16mm com a saudosa dublagem da AIC. 







F  I  M