sábado, 11 de fevereiro de 2017

GIBIS ANTIGOS (CLASSIC COMICS) - GASPARZINHO (CASPER THE FRIENDLY GHOST) Nº 06 - 1964 EDITORA O CRUZEIRO


GASPARZINHO (CASPER THE FRIENDLY GHOST) Nº 06 - 1964 EDITORA O CRUZEIRO / Esta é mais uma edição postada aqui no blog de Gasparzinho, desta vez, é a edição de nº 6 publicada no ano de 1964 pela Editora O Cruzeiro, em formato americano, e trazendo as melhores histórias e traços do nosso querido e simpático fantasminha camarada que nos divertia nos quadrinhos e na televisão com seus desenhos animados! Gasparzinho foi criado em 1939 por dois animadores do famoso estúdio Fleisher, da Paramount Pictures, Seymour Reit e Joe Oriolo. A intenção era elaborar livros infantis com o personagem, mas a Segunda Guerra Mundial alterou definitivamente essa idéia dos dois, pois quando voltaram da Guerra, decidiram em 1944, vender os direitos do personagem, para o Famous Studios, cujo vínculo com a própria Paramount, já era fato, através de outras animações produzidas. O Famous Studios lançou finalmente, em 1945, o primeiro desenho animado em que Gasparzinho é apresentado, "The Friendly Ghost", cuja identificação com o público infanto-juvenil, ocorreu de imediato, com a aceitação de todos, e a carreira de sucesso dele, e de outros personagens secundários era garantia certa por onde seus desenhos fossem exibidos. Em 1952, Alfred Harvey, fundador da Harvey Comics, começou a adaptar Gaspazinho para os quadrinhos. Em 1958, adquiriu os direitos sobre o personagem da Paramount, que vendera os direitos do fantasminha, Tininha e todos os astros dos desenhos do Famous Studius para a Harvey Comics. Diferente dos demais fantasmas, sua principal intenção é fazer amizades e não assustar, como seus Tios do Trio Assombro, que detestam o jeito de seu sobrinho! O principal desenhista dos quadrinhos do personagem foi Warren Kremer entre 1921 e 2003. Uma curiosidade interessante, é de que Lelo, o Fantasminha ainda nesta edição, era chamado de Pluft - o Fantasminha, e o que não sei se teve algo relacionado a questão de direitos autorais ou qual o motivo, é de que justamente o nome PLUFT, é o nome de uma peça teatral infantil escrita pela dramaturga brasileira Maria Clara Machado em 1955. Conta a história do rapto de uma menina (Maribel) pelo malvado pirata Perna-de-Pau. Escondida no sótão de uma velha casa, ela conhece uma família de fantasmas e faz amizade com Pluft, um fantasminha que tem medo de gente. A peça foi encenada pela primeira vez pelo Tablado no Rio de Janeiro, em setembro de 1955, com direção da própria autora, e recebeu o prêmio APCA. Um filme baseado na peça e sua história, foi produzido em 1961 por Romain Lesage. Em 1975 tornou-se uma minissérie de TV produzida pela Rede Globo em parceria com a TV Educativa.











F  I  M