segunda-feira, 19 de dezembro de 2016

GIBIS ANTIGOS (CLASSIC COMICS) / FANTOMAS - A AMEAÇA ELEGANTE (FANTÔMAS - LA AMENAZA ELEGANTE) Nº 09 - 1971 EDITORA BRASIL AMÉRICA (EBAL) / EDITORIAL NOVARO


FANTOMAS - A AMEÇA ELEGANTE (FANTOMAS - LA AMENAZA ELEGANTE) Nº 09 - 1971 EDITORA BRASIL AMÉRICA (EBAL) / EDITORIAL NOVARO (MEXICO) - Fantomas, é um misterioso ladrão cujas proezas emocionam Paris. Baseado nas novelas policiais de Pierre Souvestre & Marcel Allain mostra um criminoso mascarado que usa mil disfarces para conseguir seu intento. Teve duas versões em quadrinhos: uma em 1936, quando o mexicano Alfredo Valdés recriou as suas inexoráveis façanhas e a outra trinta anos depois, quando na década de 1960, a editora mexicana de quadrinhos Editorial Novaro, produziu Fantomas La Amenaza Elegante, desenhado por Rubén Lara Romero, com roteiros de Guillermo Mendizabal. Apesar das semelhanças com o Fantomas clássico, esse personagem era heróico, sem referências aos livros ou filmes. Não se sabe se esse trabalho teve autorização legal dos detentores dos direitos do personagem original. Esse Fantomas era um ladrão que cometia roubos espetaculares apenas pela emoção que lhe proporcionavam. Usava uma máscara branca e uma variedade de disfarces, sendo que seu verdadeiro rosto nunca foi mostrado. Era perseguido pelas autoridades, principalmente por um inspetor da polícia francesa chamado Gerard. Sua máscara nessa versão trazia semelhanças com a de Diabolik, um personagem dos quadrinhos italianos, embora também lembrasse o vilão Camaleão (Marvel Comics), inimigo do Homem-Aranha e também conhecido como um mestre dos disfarces. As histórias eram muito influenciadas pelos filmes de James Bond, com Fantomas estando equipado com alta tecnologia fornecida por um cientista chamado Professor Semo. As aventuras ocorriam em todo o mundo e a luta era contra cruéis criminosos. Fantomas era milionário, proprietário de numerosas corporações que controlava com diferentes identidades, tinha um quartel-general em Paris e vários agentes, inclusive as 12 "Garotas do Zodíaco", mulheres bonitas que atendiam por codinomes, os signos do zodíaco. A série foi cancelada anos depois (Editorial Novaro faliu em 1985, e o personagem foi relançado pelo grupo rival Grupo Editorial Vid no México na década de 1990). Esta série chegou ao Brasil, através da Editora Brasil-América (Ebal) em revista própria, "Fantomas, a Ameaça Elegante", no mês de agosto de 1970, e infelizmente permanecendo apenas por 14 edições mensais de 36 páginas, encerrando em setembro de 1971, além de uma edição extra. Direcionado a um púbico infanto-juvenil, esta versão retirou muito do seu caráter perverso e violento conseguindo convertê-lo em um criminoso mais atraente, se é que podemos denominar assim. Mas por ser o tipo de leitura em forma de aventura e entretenimento, este é um personagem para ser pesquisado mais profundamente, e conhecê-lo melhor, através de suas histórias em quadrinhos, onde o termo criminoso é evitado, e cabendo ao leitor na página 2 da primeira edição no editorial de apresentação do personagem, a questão de se julgar Fantomas, se ele é ou não é um mau elemento, o que dependerá do espirito crítico do julgador, de quem o estará lendo obviamente, menciona o editor. Particularmente, eu o acho um personagem fascinante, mas cada um que tire sua conclusão, claro!









F  I  M