segunda-feira, 29 de agosto de 2016

GIBIS ANTIGOS (CLASSIC COMICS) - POSSANTE / SUPER MOUSE (ADVENTURES OF MIGHTY MOUSE) Nº 18 - 1955 ST. JOHN PUBLISHING CORP. (TERRYTOONS)


POSSANTE / SUPER MOUSE (ADVENTURES OF MIGHTY MOUSE) Nº 18 - 1955 ST. JOHN PUBLISHING CORP.   / Esta é a primeira publicação de Super Mouse nos Estados Unidos, aqui em sua edição nº 18 de 1955, com 36 páginas em cores trazendo além das aventuras do ratinho valente, clássicos personagens do universo Terrytoons, e que tanto nos acostumamos a acompanhar na televisão em suas animações fantásticas! VEJA AQUI NO BLOG, EDIÇÃO EM PORTUGUÊS PUBLICADA PELA EBAL NOS ANOS 50 TAMBÉM, COM O TÍTULO DE "POSSANTE". 




A primeira editora a publicar esse ratinho super-herói no Brasil, foi a Editora Brasil-América, saudosa EBAL, já bem no inicio dos anos 50. não sei se por questões de direitos autorais ou licenciamento do nome, nos quadrinhos, recebeu o título de POSSANTE! A 1ª série publicada pela Ebal, teve exatamente, 100 edições de grande sucesso entre a gurizada, e o público infanto-juvenil da época, tendo inicio em março de 1953, até maio de 1961. Houve uma 2ª série, mas somente de 3 números publicados apenas, dando continuidade no mês de junho de 61, e apenas acrescido de "2ª série". E a 3ª série e última tentativa de prosseguir com as edições no Brasil, teve apenas 4 edições publicadas somente em setembro de 1965, deixando de ser mensal, e tornando-se bimestral. As edições da 1ª série, como esse exemplar de meu acervo pessoal, valem um bom dinheiro para quem deseja adquirir, ou obter entre colecionadores de quadrinhos. O personagem criado em 1942 pelo estúdio da Terrytoons, através de um de seus roteiristas, Izzy Klein, encantou e permanece vivo na lembrança de cada criança, jovem ou adulto que acompanhava suas histórias nos quadrinhos e na televisão. 



Prá quem ainda nunca ouviu falar em Super Mouse, naturalmente como seu próprio nome diz na tradução literal, trata-se de um ratinho dotado de poderes especiais. Ele voa, tem super-força, visão de raios X que aparece em alguns episódios, e quando em alta potência de velocidade, um zumbido mais parecendo um enxame de abelhas era característico de sua aparição.  Uma cauda reluzente era visível seguindo sua capa, surgindo nos céus tal qual um avião Tucano da Esquadrilha da Fumaça. Em alguns episódios, esse feixe de luz tornava-se tão sólido que Super Mouse usava como arma, amarrando seus inimigos com um forte laço. A hipnose fez parte também dos poderes do ratinho, somente em poucos episódios. Ele já teve também, duas namoradas de nome Pérola Pureheart e Mitzi. O desenho do Super Mouse, possui algumas curiosidades interessantes: Em um primeiro momento, ele seria uma mosca, e não um rato. Somente com a interferência de Paul Terry, o todo-poderoso do estúdio Terrytoons, foi possível alterar sua identidade. A idéia surgiu justamente em razão de outros grandes estúdios terem acertado na escolha de ratos como principais carros-chefe. Mickey Mouse, e Jerry, da dupla Tom & Jerry são bons exemplos. A idéia original era o de parodiar o Super-Homem, inclusive com um uniforme azul e capa vermelha nos primeiros episódios exibidos do desenho. Atualmente tais episódios, valem ouro na busca incessante de colecionadores. 



Algum tempo depois, foi inevitável a troca pelo uniforme amarelo devido as comparações com o homem de aço. Sua primeira aparição ocorreu em uma matinê de cinema, através do curta-metragem intitulado “O Rato do Amanhã”. Outra curiosidade foi seu nome que teve de ser alterado de Super Mouse (Supermouse) para “O Poderoso Rato” (The Mighty Mouse), com mais uma interferência correta de Paul Terry, quando havia descoberto que já existia um personagem de livros infantis com o nome de Super Mouse. Aqui no Brasil, provavelmente até mesmo por falta de informação na época, seu nome não causou estrago nenhum, mesmo porque o tal Super Mouse dos livros infantis não chegou a ser publicado. Durante os anos 80, precisamente em 1978 até 1982, o animador Ralph Bakshi criou uma nova série com o herói, intitulada “As Novas Aventuras de Super Mouse”, exibido nas manhãs da TVS em vários programas infantis que a emissora teve, porém, sem aquela magia do traço clássico e no mais puro estilo de seriado de aventuras vividos no original. A última aparição do desenho em terras brasileiras, foi no extinto Xou da Xuxa da TV Globo, que exibiu vários episódios com a dublagem brasileira que nos encantou na década de 60.



F  I  M