quinta-feira, 24 de dezembro de 2015

GIBIS ANTIGOS (CLASSIC COMICS) - ALMANAQUE PAPAI NOEL / TOM & JERRY - 1963 EBAL



ALMANAQUE PAPAI NOEL / TOM E JERRY - 1963 EBAL / Uma publicação da editora Brasil-América (EBAL), não se sabe ao certo, o porque do título "Papai Noel", já que a circulação do quadrinho, sempre foi mensal, em suas edições regulares, e portanto, não justificando o termo denominado pela editora, já que Tom e Jerry, já eram conhecidos mundialmente, e frequentemente seus desenhos animados, exibidos nas matinês de Cinema. Quanto aos Almanaques, foram publicados um total de 22, à partir de 1951, sendo o último, lançado em 1975. Vale ressaltar, de que não houve uma periodicidade numérica anual, ocorrendo em alguns anos, de serem publicados até dois almanaques, e em outras ocasiões, alguns anos não foram contemplados. Através da EBAL. A dupla infernal teve vida longa nos quadrinhos publicados, sendo que a 1ª série mensal, teve 100 edições, tendo inicio em abril de 1962, até fevereiro de 1959. 





A 2ª série, também teve 100 edições, tendo inicio também, no mesmo mês do término da 1ª série, em 1959 (2 edições publicadas em fevereiro), permanecendo até junho de 1965. A 3ª série teve inicio em julho de 1965, ficando até fevereiro de 1975 num total de 90 edições, entretanto, em outubro de 1970, à partir daí, começou a circular bimestralmente. A novidade no mês de março de 1970, ficou por conta de edições especiais em cores, com capa plastificada, e as páginas com um colorido especial. Papai Noel Especasil em Cores, teve 21 edições, entre março de 1970 e novembro de 1974, sendo que a maioria das edições, saíram bimestrais, havendo um lapso grande de tempo, entre as 3 primeiras edições, para normalizar posteriormente. 





Ainda pela própria EBAL, houve uma tentativa em 1973, de uma nova publicação especial e com muito mais páginas, num formato um pouco menor que o americano, era o "Tudo em Cor", porém, ficou apenas em 2 volumes. As histórias de Tom e Jerry, principalmente nos almanaques, não se resumia somente a eles, outros personagens que não chegaram aos Cinemas e Televisão, dividiam a atenção dos leitores mirins e juvenis. Mané Marmota, Fúzi e Úzi, Pepino Ursulino, Betino Passarino, Pimpão (Spark) e Biluca,  e Quéquézinho.





F  I  M