terça-feira, 20 de outubro de 2015

GIBIS ANTIGOS (CLASSIC COMICS) - O GATO (THE CAT) Nº 1 - 1967 QUADRINHOS NACIONAL (BRAZILIAN COMICS) / EUGENIO COLONNESE


O GATO (THE CAT) Nº 1 - 1967 QUADRINHOS NACIONAL / Uma raridade dos quadrinhos nacionais, uma criação de 1967, por Rubens Francisco Lucchetti e Eugenio Colonnese, quem acompanhou na época essa publicação, repara que não fica devendo nada aos quadrinhos importados, tanto na capacidade, ou na arte sequencial O Gato foi produzido pelo estúdio D'Arte e publicado por uma pequena editora paulista, que se localizava em São Paulo, de propriedade de José Sidekerkis, a Jotaesse Editora. Tipicamente dos anos 60, O GATO teve como fonte de inspiração ou influência, os filmes de James Bond, que sempre entravam em cartaz nos Cinemas, e era grande sucesso na época, inclusive o traço gráfico lembra o ator Sean Connery. 



O GATO é um agente da inteligência brasileira. A revista do espião brasileiro teve apenas quatro edições, infelizmente. Dessas quatro edições, três delas tiveram o roteiro de Luis Meri, sendo que a edição nº 2, o roteiro foi de Rubens F. Lucchetti, os dois roteiristas aproximavam do 007, o espião inglês. Mas, no inconsciente coletivo o publico leitor não deu muita importância para o nosso herói, e assim ele desapareceu e nunca mais foi publicado. Provavelmente, na minha opinião, além de uma vasta galeria de personagens existentes publicadas por editoras fortes na época, o país também, nunca atravessou ou apoiou esse tipo de mercado nacional em termos de HQ's. Isso talvez, por inúmeras razões, ou posso estar errado, pois é uma opinião pessoal apenas, mas a censura naquele tempo, combatia constantemente, todo e qualquer meio alternativo de expressão, e na área da comunicação, seja ela como fosse, era sempre a "bola da vez"! 




Isso foi uma grande perda, pois as tramas criadas pelos dois roteiristas eram muito boas, e o nível das ilustrações de Colonnese, eram muito superiores do que a de muitas publicações estrangeiras, sem falar das espetaculares capas pintadas por Eugenio Colonnese. Talvez muitos de vocês que estão visitando este blog, sequer ouviram ou viram nas bancas de jornais e revistas no final dos anos 60, e justamente por isso, a baixa venda, fez com que O GATO, pulasse um muro qualquer, de um mundo paralelo, e que até os dias de hoje, não encontrou o caminho de volta, assim como outras publicações nacionais de Super-Heróis, que chegaram a ter sim, seus dias de glória em terra nossa, e de nossa terra! Eugênio Colonnese nasceu em Fuscaldo, na Itália, no dia 3 de Setembro de 1929, e faleceu em Santo André, no dia 7 de Agosto de 2008. Desenhista e roteirista de histórias em quadrinhos de "mão cheia", a conhecida Banda Desenhada em Portugal, italiano radicado no Brasil, filho de mãe brasileira e pai italiano. 




F  I  M