domingo, 24 de maio de 2015

SÉRIE CLÁSSICA DA TV (CLASSIC TV SHOWS) - JULIA 1968 - 1971 (DIAHANN CARROLL)



JULIA / SÉRIE CLÁSSICA DA TV 1968 - Essa série é uma produção de 1968, e certamente quando eu começar a comentar, você irá se recordar dela. Uma comédia com histórias de 25 minutos de duração, e que no Brasil teve a ótima dublagem do estúdio TV Cinesom. A série era um exemplo da tentativa da televisão americana de introduzir atores negros em papéis importantes em sua programação, durante o período de crescente ativismo entre os negros americanos, reivindicando direitos civis na sociedade. 


Ainda no mesmo ano, Otis Young foi considerado o primeiro ator negro a co-estrelar uma série de bang-bang, “Dois Contra o Oeste”, ou “Os Violentos” (segundo título adotado no Brasil, em época diferente de exibição). A série estrelada por Diahann Carroll (Julia Baker), surpreendeu a NBC com uma boa audiência e também muita polêmica. Embora uma comédia, seu episódio piloto mostra um drama tipicamente familiar e pertinente aqueles tempos, Julia perdeu o marido em um acidente de helicóptero no Vietnã, ele era um soldado entre as tropas invasoras daquele país. 



Para sustentar a família, ela foi trabalhar em um consultório médico. Julia vivia com seu filho Corey de 9 anos. Os amigos mais próximos eram seus vizinhos brancos, os Waggedorns. O Doutor Chegley um senhor rabugento, porém de bom coração, chefe de Julia, também dava apoio a ela e a seu filho. A série sofreu críticas da ala mais radical da imprensa que dizia que o apartamento de Julia era muito bom para uma enfermeira que recebia um pequeno salário. A ausência de uma figura masculina na família também foi duramente criticada na época. 




Na verdade havia muito preconceito em mostrar uma família negra, com uma mulher como chefe da casa, bem sucedida, bom estilo de vida e respeitada profissionalmente. Isso talvez tenha mexido com a estrutura de uma sociedade extremamente preconceituosa e enfrentando constantes movimentos pró-direitos dos negros, agitando as ruas. 





Aqui no Brasil, a série foi muito bem recebida entre inúmeros títulos concorrentes que já eram exibidos semanalmente nas emissoras de televisão. Com 86 episódios, sua última exibição em canal aberto foi em 1977, na TV Tupi, Canal 4 de S. Paulo, às 14h20m.



F  I  M